Pós-graduação a distância: vale a pena esse investimento?

Fazer uma pós-graduação é ótimo para o seu currículo: além de terem mais chances de contratação, estudos apontam que profissionais com mestrado ou doutorado ganham em média 137% a mais do que aqueles que têm apenas graduação. No entanto, esses cursos exigem um grande investimento de tempo e dinheiro, tornando-se inacessíveis para uma boa parcela da população.

Mais flexível e barata, a pós-graduação a distância tem surgido como uma solução a esse problema. Muitas dúvidas, no entanto, ainda cercam essa modalidade. Pensando nisso, preparamos este post apresentando os prós e contras da pós-graduação a distância. Confira!

O que é e como funciona uma pós-graduação a distância?

Nem todos os cursos que utilizam recursos multimídia ou oferecem algumas aulas não presenciais podem ser considerados cursos de Ensino a Distância.

De acordo com a definição do Ministério da Educação (MEC), a educação superior a distância é “a modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.”

Ou seja: educação a distância é a modalidade em que professores e alunos não compartilham do mesmo espaço físico, mas realizam o processo de ensino-aprendizagem juntos, com a ajuda de internet ou de outros recursos como videoaulas e fóruns de discussão.

Cursos de todas as modalidades, da graduação ao doutorado, podem ser oferecidos na modalidade a distância. Desde que sejam aprovados pelo MEC e cumpram os requisitos obrigatórios determinados pelo órgão, os cursos não presenciais contam oficialmente a mesma validade que os cursos presenciais.

Quais são as vantagens de fazer um curso a distância?

Fazer um curso a distância traz uma série de vantagens: flexibilidade de horários, preços acessíveis, autonomia e independência no aprendizado, desenvoltura com tecnologias, entre outras. Falaremos aqui um pouco mais sobre cada uma delas.

Flexibilidade

A primeira grande vantagem de um curso EaD é a flexibilidade: de horários, de cronograma e de local de estudos.

No ensino a distância, você decide em qual momento assistirá às aulas e quando fará os exercícios. Os deadlines existem, mas como você lidará com eles é uma decisão sua. Por isso, essa modalidade é a ideal para quem precisa conciliar a pós-graduação com um trabalho ou com obrigações familiares.

Além disso, o EaD também é interessante para pessoas que preferem — ou precisam — estudar em horários não tradicionais, como madrugadas, feriados e fins de semana.

Quem opta por uma pós-graduação a distância também tem total liberdade para escolher os dias em que se dedicará aos estudos. Quem prefere diluir o conteúdo pode assistir a uma aula por dia e separar alguns exercícios por semana. Já aqueles que preferem dedicação intensa podem resolver todas as tarefas da semana em um único dia.

A flexibilidade também diz respeito ao local de estudo. Na pós-graduação a distância, desde que você tenha um computador ou tablet com acesso à internet, qualquer local pode se tornar a sua universidade. Isso significa que você pode aprender em casa, na biblioteca, no parque, no café…no lugar mais confortável para você, sem precisar perder tempo no trânsito nem dinheiro com o transporte.

Preço

Espaços físicos demandam muito dinheiro. Afinal, há contas de água, luz, internet, manutenção, limpeza, compra ou aluguel de espaço, entre outros. Em cursos a distância, esse problema não existe, já que todas as interações acontecem pela internet.

Além disso, em cursos a distância, as turmas podem ser muito maiores do que em cursos tradicionais. Ao contrário de salas físicas, turmas na internet podem ser ilimitadas. Isso faz com que os custos do curso (pagamento de professores e produção de materiais didáticos) sejam pulverizados entre muito mais pessoas, tornando-se bem mais acessíveis.

Por isso, as mensalidades de um curso EaD podem ser até 75% mais baratas que as mensalidades de um curso tradicional.

Desenvolvimento de habilidades

Além disso, cursos a distância desenvolvem uma série de habilidades. A primeira delas é a disciplina: nessa modalidade, o aluno está no comando e precisará ser extremamente responsável para chegar à conclusão do curso. Essa característica é muito valorizada no mercado de trabalho.

Outra habilidade desenvolvida pelos alunos de EaD é a proatividade. Embora professores e tutores sejam muito importantes no curso a distância, o aluno precisará ser capaz de tomar decisões sozinho.

Uma terceira habilidade importante é a familiaridade com a tecnologia. Ao oferecer plataformas intuitivas, os cursos de ensino a distância ajudam os alunos a acostumarem-se com tecnologias mais avançadas.

Quais são as desvantagens de um curso a distância?

Agora que você já sabe as vantagens de fazer uma pós-graduação a distância, é importante conhecer também o outro lado.

Menos networking

Uma das principais vantagens da pós-graduação tradicional é o ambiente universitário. Nele, alunos têm acesso a uma série de eventos, como mesas de debate, palestras e seminários. Esses eventos são muito importantes para a construção de uma rede profissional de relacionamentos, também conhecida como networking.

Além disso, em cursos tradicionais, é mais fácil a integração com os colegas e a aproximação com os professores. Isso acontece exatamente porque discentes e docentes ocupam o mesmo espaço físico e encontram-se em corredores, bibliotecas e cafés da universidade.

Por último, o ambiente universitário tradicional proporciona ainda uma experiência multicultural, com estudantes de todas as partes do país e do mundo. Ele também estimula a interdisciplinaridade, já que os alunos, de modo geral, podem assistir a aulas ou eventos de outros cursos. Na modalidade EaD, isso é muito raro.

Menos prestígio no mercado de trabalho

Cursos a distância podem ser — e muitos são — tão bons quanto cursos tradicionais, mas muitas vezes o mercado de trabalho não enxerga dessa forma. Embora esse cenário esteja mudando. De acordo com um estudo realizado pela Sagah, 51% do mercado de trabalho em 2023 será composto por alunos que se graduaram em cursos EaD. Mesmo assim, ainda é possível que, em uma eventual disputa por um cargo, você seja preterido em relação a algum candidato que tenha uma pós-graduação tradicional.

Difícil adaptação

Por último, um dos maiores problemas de fazer uma pós-graduação a distância é a adaptação a esse método de ensino tão flexível e independente. Embora ele seja ideal para pessoas com essas características, muitos estudantes acabam não conseguindo lidar com tanta liberdade e abandonam o curso gradualmente.

A Educação a Distância tem crescido muito no Brasil nos últimos anos, e com a pós-graduação não é diferente. Ela oferece muitas vantagens, como maior flexibilidade, menores custos e desenvolvimento de uma série de habilidades. No entanto, alguns contras também precisam ser levados em consideração: cursos a distância dificultam o networking, ainda sofrem preconceito no mercado de trabalho e não são adequados a todos os perfis de estudantes.

Agora que você já conhece as vantagens e desvantagens de fazer uma pós-graduação a distância, que tal conferir o que uma instituição de ensino superior a distância deve oferecer para um aluno?

  • Fonte: Universia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here